Governo não esperava a manutenção do veto dos EUA sobre carne brasileira

Os Estados Unidos solicitaram maiores informações ao governo brasileiro sobre a carne bovina brasileira in natura e decidiram manter o veto à importação, ao menos até uma nova inspeção.

A decisão ocorreu após uma inspeção técnica realizada pelo Departamento de Agricultura norte-americano (USDA). O assunto estava incluído nas negociações de uma parceria estratégica acertada entre os presidentes Jair Bolsonaro e Donald Trump.

Segundo o porta-voz da República, Otávio Rêgo Barros, o governo não esperava a manutenção do veto. “A nossa expectativa é de que esse veto não se mantivesse. O que nós sabemos de momento é de uma nova inspeção, mas temos todas as capacidades, já as apresentamos a nossos interlocutores, e a expectativa é que muito pronto esse mercado esteja aberto”, ponderou.

Rêgo Barros informou ainda que a previsão é de que a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, visite o país norte americano no próximo dia 17 e se reúna com o secretário de Agricultura norte-americano, Sonny Perdue, para tratar da questão.

05/11/2019

(Visited 1 times, 1 visits today)