Bolsonaro quer idade mínima de 60 anos para mulheres

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou em um jantar na terça-feira, 5, que ainda não há consenso sobre a idade mínima que será fixada com a reforma da Previdência. Durante evento promovido pelo site Poder 360 a empresários,  ele afirmou que, pessoalmente, defende a idade de 65 anos para todos, independente do sexo. Porém, o presidente Jair Bolsonaro quer algo mais brando para as mulheres.

“O Bolsonaro acha que as mulheres deveriam ser 60 (anos para a aposentadoria) e homens, 65″, explicou.

Caso a idade mínima escolhida seja de 60 anos para as mulheres, a mudança será mais suave do que a idade que o governo do ex-presidente Michel Temer previa fixar, que era de 62 anos para elas e de 65 para eles, informa o MSN.

Hoje, a exigência da aposentadoria por idade, um dos dois tipos de benefícios vigentes no Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), é que as mulheres tenham 60 anos de idade e os homens, 65. Além disso, é necessário ter contribuído por pelo menos 15 anos para a Previdência.

No outro benefício, a aposentadoria por tempo de contribuição, não há idade mínima. As mulheres precisam contribuir por 30 anos e os homens, por 35. Esse modelo deve acabar com a reforma.

Reforma para mães

Guedes disse ainda que há a uma outra hipótese é reduzir a idade mínima das mulheres de acordo com o número de filhos. Em todos os casos haveria regra de transição.

“Eu conheço mais viúva do que viúvo. Quem conhece mais viúvo do que viúva? As mulheres duram mais. É evidente que eu acho que as mulheres deveriam ser também 65 anos. Uma ideia que está em consideração é que seja 65 anos para os dois, agora, se teve um filho, a mulher fica um ano a menos. Pode ser um ano a menos (por filho) até determinado limite. Tem que tomar cuidado com Dona Maria que pode ter 13 filhos, nós também não queremos estimular isso”, afirmou.

Na terça-feira, o vice-presidente, general Hamilton Mourão, havia dito que Bolsonaro é contra igualar a idade para homens e mulheres após o vazamento de uma minuta da reforma da Previdência contendo a idade mínima igual para ambos os sexos.

O ministro da Economia negou que haja qualquer incomodo com a fala do vice.  “O Mourão passou três ou quatro meses do meu lado o tempo inteiro. Agora ele está certo… Bolsonaro já vai falar (que para mulheres é) 60 anos e daqui não passa. É o que eu imagino que ele vai fazer, não sei ainda. Nota 10 pro Mourão. O presidente tem predileção para um número menor. Quem tem voto é ele, eu só faço conta e mostro”, disse.

06/02/2019

(Visited 4 times, 1 visits today)