Bate-papo sobre o papel do MP: Promotoria de Justiça de Matriz de Camaragibe visita escolas públicas para se aproximar da comunidade escolar

Sair do seu gabinete e ir até as escolas para explicar qual é o papel do Ministério Público na vida da população. Esse foi o objetivo das visitas realizadas, nesta quinta-feira (12), pela Promotoria de Justiça de Matriz de Camaragibe em quatro unidades de ensino da rede pública estadual daquele município. Nos encontros com a comunidade escolar, o promotor de justiça Leonardo Novaes Bastos conversou com alunos, pais e professores sobre os direitos da infância e da juventude e alertou o público presente sobre a importância da educação na vida dos estudantes.

“Viemos aqui para dizer que o Ministério Público Estadual de Alagoas (MPE/AL), dentre outras atribuições, também tem a missão de proteger os direitos que estão assegurados no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), que é um importante instrumento legal. Por isso, quero colocar a nossa Promotoria de Justiça à disposição de cada um de vocês para ajudá-los no que for preciso. Peço que fiquem atentos a qualquer sinal de abuso sexual e de negligência familiar. E se isso ocorrer, não tenham medo. Procurem o MP e o Conselho Tutelar, que estaremos prontos para agir”, explicou Leonardo Novaes.

“Também é importante que aproveitem a oportunidade de estudo que está sendo ofertada agora. Somente a educação tem o poder de transformar as nossas vidas. E essa educação passa também pelo respeito aos pais, aos professores e aos colegas de turma”, acrescentou o promotor.

“Quero dizer ainda que o Ministério Público deseja ajudar para que todos tenham uma infância e uma adolescência feliz. Isso significa dizer que vamos trabalhar para afastá-los da possibilidade de aliciamento para o crime. Ingressar no mundo da violência não tem qualquer vantagem. Pelo contrário. Se cometerem atos infracionais, vocês terão que cumprir medida sócio-educativa, o que vai lhes afastar do convívio diário de suas famílias. E eu confesso que fico muito triste quando tenho que atuar nessa área. Quero ver sair daqui grandes profissionais, que vão nos ajudar na construção de um mundo melhor”, declarou ele.

Por fim, o titular da Promotoria de Justiça de Matriz de Camaragibe se dirigiu aos pais dos alunos. “Os senhores têm total responsabilidade sobre a vida de cada criança e adolescente e possuem a obrigação de cuidar da educação deles. Também devem protegê-los de todo tipo de abuso e precisam assegurar que tenham uma vida feliz. Se forem os responsáveis por qualquer violação e direito, serão responsabilizados pelo Ministério Público”, alertou.
Os ensinamentos

Quatro escolas receberam a visita do promotor Leonardo Novaes Bastos e dos conselheiros tutelares de Matriz de Camaragibe: Antônio de Castro, Arnon de Mello, Muniz Falcão e Nure. E, em todas elas, a garotada assistiu as palestras atentamente e interagiu no bate-papo. “Eu achei essa vinda do MP até a nossa escola uma iniciativa muito legal. Já ouvi falar nessa história de abuso, mas não sabia a quem a gente deveria contar. Agora eu já sei que posso ir dizer ao promotor de justiça”, disse José Fernandes da Silva, aluno do 6 º ano do Colégio Antônio de Castro.

“Eu aprendi que a gente deve se comportar na escola, estudar muito e respeitar os amigos e a família. Aprendi também que nós não temos que aceitar a violência dentro de casa”, afirmou Henrique Almeida Silva, do 5º ano.

“Essa aproximação do Ministério Público com a comunidade escolar vai ser fundamental para que possamos levar mais cidadania para pais, alunos e professores. Hoje, sem dúvida alguma, é um dia muito especial para todos nós”, garantiu Maria José da Silva Santos, diretora da Escola Antônio de Castro.

Ascom – 12/07/2018

(Visited 13 times, 1 visits today)